Sunday, June 29, 2008

Festas juninas


Hoje encerra em quase todo o nordeste um dos períodos mais animados do ano. Durante cerca de 30 dias as pessoas brincaram ao som de muito arrasta pé, forró pé de serra, quadrilhas, danças e comidas típicas desse período e muita alegria.

Particularmente, eu gosto muito desse mês junino por aproximar pessoas em ritmo de descontração e animação. É difícil encontrar quem não goste das festas do mês de junho e o Brasil inteiro se contagia com esse ritmo.

Aqui no Piauí não podia ser diferente. Aqui na rua onde moro cerca de 30 família se reuniram para organizar um grande arraial. Foram quase 24h de muita animação e alegria. Momentos felizes que merecem ser celebrados e lembrados.

Valeu e inté o próximo ano pessoá!!!

Friday, June 20, 2008

Meus alunos preparem-se!!!

Prepare se!
Cada dia é em si mesmo um chamado para novas batalhas e os vencedores serão aqueles que estiverem mais bem preparados,
afinal de contas, a vida não aceita desculpas como o famoso: "ninguém me avisou...".

Será que é preciso avisar mais alguém que sem estudar não se chega a lugar nenhum?
Será que é preciso avisar que estamos na era digital e que o computador substituiu a máquina de escrever?

Fala sério!
É preciso avisar que o cigarro mata?
Que a bebida alcoólica causa dependência, que a cocaína vicia e corrói o cérebro pelas beiradas e transtorna muitos lares, que o orgulho mata, fere, machuca e cobra um alto preço da nossa felicidade?

Será que tem gente que ainda não sabe o valor do respeito?
Será que fazem mal aos outros por ignorância das Leis Divinas?
Será que seqüestram pessoas sem saber da Lei dos homens?
Por quê alegamos ignorância quando a dor nos visita ou a própria vida vem cobrar os nossos erros, seja através de doenças, da dor ou sofrimento?

Hoje você tem diante de si uma porta chamada " futuro" e que não é preciso bater para se entrar, nem precisa de apresentação,
nem carteirinha, nem padrinho nem "quem indicou", precisa sim, ter coragem de abandonar aquilo que sabemos ser prejudicial a nós mesmos, ao próximo (e até ao distante), e assumir uma postura bem simples diante da vida:
"eu me amo, me aceito e luto para que cada dia seja o meu melhor dia".
Bem vindo ao futuro, hoje!.

Friday, June 13, 2008

Os talentos e habilidades de um profissional


É muito comum encontrarmos no mercado de trabalho jovens profissionais que, recém saídos de uma universidade, nem ao menos conhecem seus talentos e habilidades. Formados em administração, economia, tecnologia da informação, gastronomia, marketing, moda, gestão, secretariado, etc, ainda desconhecem sua real capacidade de realização profissional. Assustados e inseguros com o primeiro emprego ou após um breve estágio em alguma organização ainda possuem grandes carências e dificuldades. Isto porque há muitos anos existe um abismo entre a universidade e o mercado de trabalho, entre o conhecimento teórico e científico e a realidade encontrada e vivida nas empresas.

Será que as universidades estão preparando os jovens profissionais de acordo com as necessidades do mercado? Lembro-me de quando iniciei meu primeiro estágio numa grande multinacional e não sabia nem como sentar na cadeira! Percebo que os jovens de hoje possuem um domínio invejável de computação, novas tecnologias de aparelhos celulares, conhecimento sobre os mais modernos e complicados games, mas (e sempre tem um "mas"), totalmente carentes de outras habilidades como, por exemplo: relacionamento interpessoal, aceitação de opiniões contrárias, convivência com pessoas de trato difícil, atuação em ambientes de competitividade ou em ambientes que exigem extrema colaboração mútua, saber trabalhar em equipe, habilidades na análise de dados e de informações, paciência na execução de tarefas que exigem esforço mental acima do normal e mais um monte de outros fatores.

Como descobrir e desenvolver estas habilidades e estes talentos nestes novos profissionais se as organizações exigem resultados imediatos, não investem na especialização de seus colaboradores com medo de perdê-los para a concorrência e esperam que o profissional cuide da sua própria carreira, se ele nem mesmo sabe por onde começar? O que as escolas e universidades ensinam é a parte teórica de uma atividade, porém sua especialização só poderá acontecer em cursos de pós-graduação ou cursos de extensão e mesmo assim após alguns anos de auto-conhecimento e percepção de necessidades.

Talvez esteja na hora das organizações mudarem sua forma de gerenciamento das pessoas, voltar a investir no desenvolvimento intelectual e comportamental de seus profissionais potenciais, visando melhores resultados no futuro. O mercado necessita de profissionais qualificados em "gente", preparados para lidar com material humano, que saibam motivar equipes de trabalho, valorizar o que cada um tem de melhor, não importando o grau hierárquico ou o seu salário. A liderança exercida de forma incorreta impede que estes fatores positivos sejam implantados com sucesso nos ambientes profissionais. Liderar não é mandar, é saber ouvir as pessoas, ser útil, transmitir entusiasmo pelo trabalho, se colocar no lugar de seus liderados e desenvolver a boa comunicação.

O crescimento sustentável tão desejado pelas organizações só será possível com o crescimento ético, comportamental e profissional dos seus diversos colaboradores. E o resultado de tudo isto é o "lucro". Sem pessoas não existem empresas, sem habilidades humanas não se conquistam clientes, sem humildade e simplicidade não se vendem carros de luxo, sem respeito ao ser humano teremos uma sociedade cada vez mais egoísta, personalista e materialista.

A sua empresa valoriza pessoas? Prioriza o ser humano? Investe em gente?

Por José Carlos Maron Jr.

Administrador de empresas

Sunday, June 08, 2008

Emprego de A a Z: a temível entrevista de emprego

Clique aqui e veja os comentários do palestrante Max Gehringer. Nesse quadro do Fantástico que vai ao ar todos os domingos. Ele dar dicar importantíssimas de como devemos nos comportar na hora de um entrevista de emprego.

O link é esse aqui http://www.youtube.com/watch?v=8_4yzvx1Mj4


Coloque em prática tudo que ler, ver e ouvir de bom com relação ao que deve ou não ser feito na hora de uma entrevista.

Boa semana e boa sorte!!!

Profº Jex

Como se comportar numa entrevista?

Vou dar a vocês algumas dicas para se comportar durante uma entrevista de emprego, para que você tenha sucesso na sua carreira profissional!

Essas dicas irão te deixar bem na foto na hora da entrevista:

  • Mantenha a calma: Não adianta ficar nervoso. Tudo não vai demorar mais do que 30 minutos, então relaxe, leia um livro, medite ou faça alguma coisa para passar o tempo enquanto espera para a entrevista. Tome um chá relaxante e procure mentalizar coisas positivas sobre você e sobre seu futuro emprego.
  • Não invente: Não adianta falar aquilo que não sabe, ou dizer que esteve onde não esteve. Seja Sincero! e tudo acabará bem com você.
  • Saiba sobre a Empresa: Antes de ir para a entrevista procure saber coisas sobre a empresa: Qual é o ramo de atuação? Quantos funcionários? Onde atua? Isso irá te dar moral com o entrevistador!
  • Seja firme!: Como você já não está nervoso, se controle também para manter postura firme e decida o que vai falar. Evite os vícios de linguagem, como por exemplo, “ééééé”, ou “aãããããã”. Ollhe nos olhos do seu entrevistador. Isso pode ser decisivo no desempate.
  • Vista-se Bem: Sim, a primeira impressão é a que fica, portanto não vá mal arrumado. Se for cabeludo, corte o cabelo, tire os piercings e esconda as tatuagens. E mulheres cuidado com os decotes, batom exagerado, perfume muito forte, evite os exageros.
  • Acho que com essas dicas você já está um pouco mais preparado para sua primeira entrevista de emprego. Vamos lá! E boa sorte!

Dicas para entrevista de trabalho

Uma entrevista de emprego não se resume a responder uma dúzia de perguntas ou rezar para que seu currículo seja aceito. Aqueles 40 minutos, às vezes, dizem muito mais sobre você do que uma folha de papel cheia de dados (seu currículo). Se muitos profissionais, já empregados, têm dúvidas quanto à forma correta de agir em uma reunião ou até para manter contatos corriqueiros com seus superiores e colegas de trabalho, imagine quando você é o alvo de uma entrevista.

A etiqueta empresarial surgiu para te dar uma força nesses momentos de dúvida. Dominar determinada área técnica não é mais o único fator relevante para o sucesso profissional. "No mercado competitivo de trabalho, é exigido do profissional também a competência pessoal", afirma Lívio Callado, consultor de marketing pessoal e etiqueta empresarial, autor do livro "Relacionamentos Interpessoais". Podemos dividir nossas qualidades em dois patamares:


Competência pessoal
- Sentir-se feliz e satisfeito(a) consigo mesmo(a);
- Estar motivado todos os dias;
- Amar o que faz;
- Fazer sempre o melhor.

Competência profissional
- Escolher a profissão certa;
- Fazer cursos de aperfeiçoamento e aprimoramento;
- Atualizar-se;
- Aceitar desafios.

Mas não pára por aí. A imagem é e sempre será seu cartão de visita. Portanto, quando for batalhar um emprego, deixe em casa as roupas coloridas, transparentes e decotadas, as saias justas, as bijuterias grandes e pesadas, aquele terninho pink, o sapato velho e desgastado.

Para o homem o correto é usar roupas sociais e para mulheres jamais usar blusas de alças ou decotadas. Prefira um tailleur ou blusas de mangas.

Outro fator que está diretamente relacionado com sua imagem na hora da entrevista é a comunicação. De nada adianta estar muito bem vestido, andar corretamente, cumprimentar as pessoas adequadamente, se, na hora de expor suas idéias na entrevista, só ouve-se erros de concordância verbal, gírias, piadinhas de mau gosto, interrupções constantes para contar vantagem (achando que isso enriquecerá seu currículo...), etc.

Veja, passo-a-passo, como se comportar numa entrevista. Assim, você vai se sentir mais segura na próxima vez que se deparar com uma interessante oportunidade de emprego.
Boa sorte!

Alguns exemplos do que não se deve perguntar numa entrevista de emprego

Responder com rapidez e segurança a todas as questões que nos são feitas, nem sempre é suficiente para "impressionar" o entrevistador. Mas é preciso ter muito cuidado quando decidimos ter um papel mais "ativo" neste processo, pois há perguntas que não devem mesmo ser feitas ou, pelo menos, que devem ser feitas mais tarde.
Para facilitar, selecionamos uma lista de questões que não deverá fazer durante uma entrevista de emprego.

1. O que faz esta empresa?

2. O plano de saúde da empresa engloba consultas psiquiátricas?

3. Me diz uma coisa: você é casado(a)?

4. Pode garantir que ainda estarei empregado no próximo ano?

5. O anúncio de emprego mencionava que o período de trabalho é aos fins de semana. Terei mesmo que trabalhar nesses dias?

6. Como pode determinar as minhas qualificações numa entrevista tão curta?

7. As pessoas reparam quando se entra tarde ou sai cedo da empresa?

8. O que lhe pareço como candidato?

9. Qual é o signo do presidente da empresa?

10. A empresa oferece estacionamento?

11. O que significa "o trabalhador pode ser recolocado em outras instalações ou em outra cidade?"

12. A empresa reembolsa o trabalhador do dinheiro que este gastou a tirar um MBA?

13. Como são os planos de aposentadoria na empresa?

14. Qual a probabilidade de ser promovido rapidamente?

15. De quanto é quanto tempo terei aumento?

16. Qual será o valor dos meus aumentos?

17. Qual o reembolso que terei para o automóvel?

18. Quais os extra-salariais que terei?

19. Terei sala própria?

Siga esses conselhos e boa sorte na sua entrevista.

As 12 perguntas mais frequentes numa entrevista de emprego

Tem uma entrevista de emprego e não sabe o que vão perguntar? Nós daremos uma ajuda para saber o que responder. Leia com atenção, treine e boa sorte!


1. Fale sobre si.
Esta pergunta é quase obrigatória em uma entrevista de emprego e deverá ser muito bem praticada para uma resposta sucinta, direta e, acima de tudo, que valorize o seu perfil profissional.

2. Quais são seus objetivos a curto prazo? E a longo prazo?
Seja específico e tente aproximar, de alguma forma, os seus objetivos aos da própria empresa. Respostas como "ganhar bem" ou "aposentar-se" são totalmente proibidas.

3. O que o levou a enviar o seu curriculum a esta empresa?
Aproveite esta deixa para demonstrar que fez o seu "trabalho de casa" e fale sobre a atividade da empresa e a forma como o posicionamento desta a torna uma empresa de elevado interesse para qualquer profissional. Naturalmente, para responder a esta pergunta, é preciso fazer previamente uma pesquisa sobre a empresa. Vá ao site institucional, faça pesquisas usando mecanismos de busca, leia revistas da especialidade e converse com pessoas que trabalham ou já trabalharam lá.

4. Qual foi a decisão mais difícil que tomou até hoje?
O que é pretendido com esta questão, é que os candidatos sejam capazes de identificar uma situação em que tenham sido confrontados com um problema ou dúvida, e que tenham sido capazes de analisar alternativas e consequências e decidir da melhor forma.

5. O que procura num emprego?
As hipóteses de resposta são várias: desenvolvimento profissional e pessoal, desafios, envolvimento, participação num projeto ou organização de sucesso, contribuição para o sucesso da sua empresa, etc.

6. Você é capaz de trabalhar sob pressão e com prazos definidos?
Um "não" a esta pergunta pode destruir por completo as suas hipóteses de ser o candidato escolhido, demonstre-se capaz de trabalhar por prazos e dê exemplos de situações vividas em trabalhos anteriores.

7. Dê-nos um motivo para o escolhermos em vez dos outros candidatos.
Esta é sempre das perguntas mais complicadas mas o que se espera é que o candidato saiba "vender" o seu produto. Isto é, deverá focar-se nas suas capacidades e valorizar o seu perfil como o mais adequado para aquela função e a forma como poderá trazer benefícios e lucros para a empresa.

8. O que você faz no seu tempo livre?
Seja sincero, mas sobretudo lembre-se que os seus hobbies e ocupações demonstram não só a capacidade de gerir o seu tempo, preocupações com o seu desenvolvimento pessoal e facilidade no relacionamento interpessoal.

9. Quais são as suas maiores qualidades?
Aponte aquelas características universalmente relacionadas com um bom profissional: proatividade, empenho, responsabilidade, entusiasmo, criatividade, persistência, dedicação, iniciativa, e competência.

10. E pontos negativos/defeitos?
Naturalmente que a resposta não poderá ser muito negativa, pois serão poucas as hipóteses para um profissional que diga ser desorganizado, desmotivado ou pouco cumpridor dos seus horários.
Assim, o truque é responder partindo daquilo que normalmente é considerado uma qualidade mas agravando-o de forma a parecer um "defeito". Ou seja, exigente demais, perfeccionista, muito auto-crítico, persistente demais, etc.

11. Que avaliação faz da sua última (ou atual) experiência profissional?
Não se queixe e, em caso algum, critique a empresa e respectivos colaboradores. Diga sempre alguma coisa positiva, ou o ambiente de trabalho ou o produto/serviço da empresa. Se começar a apontar defeitos ao seu emprego anterior correrá o risco de o entrevistador achar que o mesmo pode acontecer no futuro relativamente aquela empresa.

12. Até hoje, quais foram as experiências profissionais que lhe deram maior satisfação?
Seja qual for a sua escolha, justifique bem os motivos. Tente mencionar as mais recentes e que sejam mais adequadas aos seus objetivos profissionais.

Saturday, June 07, 2008

Meu orkut está lotado

Aos alunos que tentam adicionar o meu orkut deve fazer a opção de colocar Jex Festjogos em pesquisar porque o Jex perfil I está lotado.

Um ótimo fim de semana para todos!!!

Ah, para enviar e-mails para mim é jexmen10@yahoo.com.br

Valeu gente boa!

Friday, June 06, 2008

Cabine cornofônica - Até onde vai a criatividade humana kkkk

Cabine 'cornofônica' faz sucesso em bar de SP
Ela tem opções que simulam barulho de trânsito, aviões, tiros e até gemidos.
Foi criada para 'salvar' clientes que não querem revelar que estão em um bar.
Carolina Iskandarian
Do G1, em São Paulo

Carolina Iskandarian/G1
Cabine instalada em bar simula sons para despistar o real paradeiro dos clientes (Foto: Carolina Iskandarian/G1)

Tarde da noite. Preocupada, a mulher liga para saber o paradeiro do marido. Ele atende o telefone e, ao fundo, barulho de carros, buzina, avião, tiroteio e até gemidos. Na verdade, o homem está em um bar, mas corre para a cabine cornofônica, onde pode falar 'tranqüilamente' e acionar os ruídos para disfarçar e tentar enganar a esposa ou namorada. A cabine, também usada pelas clientes, foi montada em um estabelecimento nos Jardins, área nobre de São Paulo, e vem atraindo curiosos.

A idéia foi do proprietário do Boteco Brasil, Leopoldo Buosanti Neto, de 40 anos. 'Eu via o pessoal saindo desesperado até a rua para atender o celular porque não queria que a mulher descobrisse que ele estava em um bar', explicou. O empresário jura que a invenção tem feito sucesso até mesmo entre as mulheres. 'A opção que mais usam é do (barulho) trânsito'.



Carolina Iskandarian/G1
Novidade tem atraído curiosos (Foto: Carolina Iskandarian/G1)

Para chamar a atenção, a cabine cornofônica é vermelha, lembra as de telefone usadas na Inglaterra e fica logo na entrada do bar, inaugurado em 1964. Para o consultor Leonardo de Andrade, 23, não tem como não enganar a companheira. 'A mulher acredita. Se eu não avisasse minha namorada de que estou aqui, ia dizer que estava em Cumbica, indo para Manaus. Ela ia ficar maluca', brincou ele.

Para isso, Andrade apertaria o botão 'aeroporto', em que uma voz simula as que anunciam vôos pelo alto-falante. 'Eu nunca vi isso em lugar nenhum. É a cara do brasileiro. É zoeira', disse. Se escolhesse a opção 'chute o balde', gemidos intensos de mulher poderiam ser ouvidos.

Portal G1

Wednesday, June 04, 2008

Palestra sobre Competência Emocional com prof Jex

Essa palestra aconteceu no Centro de Convenções de Teresina/PI no último dia 24 de maio de 2008. Trabalhei o tema sobre Competência Emocional voltado para a área da Educação.
Leia mais no tópico abaixo sobre este assunto.
Abraço e sucesso para todos!
Profº Jex Meneses
video
Você também pode assistir pelo youtube esses e outros vídeos meus. Basta clicar aqui http://www.youtube.com/watch?v=McmOaJUW-Fg

Tuesday, June 03, 2008

Atividades dos últimos 3 anos

Algumas empresas e atividades por onde passei nos últimos três anos:

Empresa: Fundação Valter Alencar

Atividade realizada: Palestra sobre Competência Emocional

Público-Alvo: Professores do ensino fundamental ao ensino superior

Empresa: Colégio São Judas Tadeu

Atividades realizadas: Palestras e cursos sobre Atendimento ao Cliente, Relações Humanas e Motivação.

Público-alvo: Professores e funcionários

Empresa: Pizzas Terelina no PI e no MA

Atividades realizadas: Palestras sobre Motivação, Atendimento ao Cliente e Relações Humanas

Público-alvo: Funcionários

Empresa: Colégio Sapiens

Atividade realizada: Palestra sobre Motivação na sala de aula

Público-alvo: Professores e funcionários

Empresa: Marko Informática

Atividade realizada: Palestra sobre Motivação no trabalho

Público-alvo: Funcionários

Empresa: Instituto de Beleza Kátia & Salão Corpo e Forma – MA

Atividades realizadas: Cursos sobre Atendimento ao Cliente e Relações Humanas

Público-alvo: Funcionários

Empresa: EAF- Codó/MA

Atividades realizadas: Cursos sobre Marketing Pessoal, Oratória e Relações Humanas.

Público-alvo: Funcionários e alunos

Empresa: PRO-EXCELÊNCIA

Atividades Realizadas: cursos de Técnicas de Negociação, Desenvolvimento de Equipes, Oratória, Motivação, Competência Emocional, Excelência em Vendas.

Público-alvo: alunos de Gestão de Pessoas e Gestão de Recursos Humanos de faculdades particulares

Empresa: STAR CONSULTORIA

Atividades Realizadas: cursos de Gestão Empresarial, Relações Interpessoais no Trabalho, Atendimento ao cliente, Ética e Trabalho, Rotinas Administrativas, Redação Oficial, Técnicas Comerciais, Recrutamento e Seleção de Pessoal, Técnicas e Rotinas de Vendas, Marketing Pessoal, Motivação, Oratória, Profissional de Vendas e Negociação.

Público-alvo: alunos do Ensino Médio de Escolas públicas e particulares

Empresa: SENAC/PI

Atividades Realizadas: cursos de Relações Interpessoais no Trabalho, Atendimento ao Cliente, Ética e Trabalho, Educação Ambiental e Cidadania, Rotinas Administrativas e Qualidade em Prestação de Serviços.

Público-alvo: profissionais liberais e estudantes

Empresa: SEBRAE/PI

Atividades Realizadas: Palestras e Cursos de Relações Humanas, Atendimento ao cliente, Empreendedorismo e Motivação (Juntos somos mais fortes) em cidades do interior do Piauí pelo Sebrae Itinerante.

Público-alvo: profissionais liberais, empresários e estudantes

Empresa: INET – Instituto de Ensino Tecnológico e Universitário - PI

Atividades Realizadas: cursos de Qualidade no Atendimento ao Público, Jogos e Dinâmicas de Grupo em Sala de Aula, Relações Humanas e Interpessoais, Relações Pais e Filhos e Educação Comportamental para Adolescentes, Motivação e Auto-Estima e Ética e Cidadania.

Público-alvo: professores da rede estadual e municipal

Empresa: Expressão Cursos – Codó/MA

Atividades Realizadas: cursos de Secretariado Profissional, Operador de Caixa, Relações Humanas, Oratória e Gerência e Liderança.

Público-alvo: profissionais liberais, empresários e estudantes

Empresa: Escola Agrotécnica Federal de Codó/MA

Atividades Realizadas: professor substituto do Ensino Médio e Técnico de Artes, Inglês e Relações Humanas.

Público-alvo: estudantes da rede federal

Se precisarem de um instrutor ou palestrante nessas áreas acima favor contactar-me.

Abraço,


Jefferson Xavier - Jex

Consulto organizacional

(086) 8812-8878 e (86) 9976-2237